Com que bolsa eu vou?

A dica do especialista de hoje apresenta diferentes tipos de bolsas e como elas podem influenciar na sua postura e saúde

 Por: Alessandra Gil | Terapeuta Ocupacional SESI-SP
01/03/202114:00- atualizado às 14:00 em 01/03/2021

 

A maior parte das pessoas ao escolher uma bolsa leva em consideração cor, modelo, acabamento, tamanho, mas dificilmente, durante a escolha, analisam se vai carregar muito peso, se o corpo vai continuar alinhado para carregar esse item, se o uso de forma inadequada vai acarretar dores nos ombros.

Por isso, separamos aqui algumas dicas práticas para o dia a dia, apresentando alguns modelos de bolsas e lhe instigando a avaliar melhor suas escolhas de acordo com sua necessidade, sem deixar o estilo de lado, mas valorizando o conforto e bem-estar, utilizando de forma correta e apropriada para cada situação.

Muitas vezes até sabemos que determinado tipo de bolsa traz desconforto, mas não sabemos qual a melhor opção.

Mas antes de falarmos sobre os diferentes tipos de bolsa, responda para si mesmo em voz alta:

- Você precisa mesmo de tudo que você carrega na sua bolsa?

- Quando foi a última vez que você fez uma faxina dentro da sua bolsa?

- Você sabia que muitas bolsas, ainda vazias, pesam bastante?

Quando for escolher uma bolsa nova, analise o peso dela antes de comprá-la, enquanto está vazia. O peso inicial pode variar de acordo com o material que foi utilizado na confecção da bolsa, seu tamanho e modelo.

E agora falando sobre os diferentes tipos de bolsa...

Mochila:

Adequada para carregar muitos itens, cadernos, estojo, necessaire, roupa, garrafinha de água, sua refeição, etc. Ideal para pequenas viagens ou se vai passar o dia todo fora de casa. Suas alças permitem que você distribua o peso de forma uniforme nos dois ombros. Prefira alças largas e acolchoadas. Lembre-se sempre de ajustar o tamanho da alça de acordo com o seu corpo, caso a sua mochila tenha fecho nas alças, utilize ele fechado, assim você garante uma maior estabilidade da alça em seus ombros. A mochila deve ficar encostada nas costas e não deve ficar abaixo da cintura. Nunca carregue mais do que 10% do seu peso corporal em uma mochila.

Bolsa de alça transversal (tipo carteiro):

Também permite distribuir o peso da bolsa pelo seu corpo, e você ainda fica com as mãos livres para fazer o que for necessário.

Bolsa de mão: 

De uma forma geral são pequenas e tem espaço suficiente para carregar o que é estritamente necessário para uma ocasião. Com essa bolsa você precisa eleger poucos itens para carregar com você. Ideal para saídas rápidas e pontuais, ir ao restaurante, papelaria, etc.

Bolsa de uma ou duas alças (alças de tamanho médio ou curto): 

Merecem uma atenção especial para o que será acomodado dentro dela. Como será carregada em apenas um lado do corpo, quanto mais leve for sua bolsa, menor o risco de você fazer uma compensação elevando os ombros para equilibrar as alças nele.

E nada impede que você tenha vários tipos diferentes de bolsa, o importante é você fazer a escolha certa de acordo com a sua necessidade naquele momento.

Agora que você já entendeu a função de cada tipo de bolsa, corre lá no seu armário e avalia qual das suas bolsas é a melhor opção para você.